<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script> <!-- uz_336 --> <ins class="adsbygoogle" style="display:inline-block;width:336px;height:280px" data-ad-client="ca-pub-2659980373728363" data-ad-slot="7334352839"></ins> <script> (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); </script>

Sequência de Todo Mundo Quase Morto teria invasores de corpos

todo-mundo-quase-morto-1 O diretor Edgar Wright fala em uma sequência para Todo Mundo Quase Morto há bastante tempo, porém, devido ao sucesso que alcançou e a outros projetos, o filme acabou nunca acontecendo. Em uma entrevista à revista Empire sobre The World’s End, Wright falou um pouco sobre quais eram seus planos para a continuação e como suas ideias acabaram dando origem ao seu longa mais recente. “Isso já tem muito tempo, mas em algum momento havia uma ideia boba, uma daquelas ideias utópicas que nos deixaram animados por uma tarde, e depois nós pensamos ‘Isso é impossível…’ – quando nós pensamos em fazer uma continuação de Todo Mundo Quase Morto na qual haveria uma realidade alternativa”, revelou o diretor. “Shaun iria virar à esquerda, em lugar de virar à direita, e, ao invés de um filme de zumbis, seria – sei lá – um filme sobre invasores de corpos”. “E é engraçado, porque nós falamos sobre isso durante uma tarde e então vimos que seria impossível porque teríamos que fazer imediatamente, ou os atores ficariam mais velhos e seria estranho”, ele continua. “Mas uma das coisas boas que surgiu daí foi que havia algo legal sobre ficção científica paranoica, do tipo de John Wyndham e John Christopher, na qual a ameaça é inteligente e pode falar e está reivindicando identidades”, afirmou Wright. “Faz uma boa ligação com a ideia de reunião e se esses personagens mudaram. Você tem quatro caras que se tornaram adultos, você tem Gary King, que finge ser um adolescente, e você tem essa cidade, que é uma cópia estranha do que eles conheciam, então sempre foi algo ligado ao tema sci-fi”. The World’s End já estreou no Reino Unido e nos Estados Unidos, mas ainda não há previsão de estreia no Brasil. Via: Boca do Inferno