<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script> <!-- uz_336 --> <ins class="adsbygoogle" style="display:inline-block;width:336px;height:280px" data-ad-client="ca-pub-2659980373728363" data-ad-slot="7334352839"></ins> <script> (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); </script>

Será que zumbis realmente poderiam gemer?

the-walking-dead_zumbi_abre

Já reparou que todos os zumbis que são mostrados por filmes, séries, jogos e quadrinhos são muito barulhentos? Imagine a seguinte situação: Você está em um supermercado buscando suprimentos para seu bando, tudo está quieto, e derrepente do nada você ouve RAWR! imediatamente, a presa, que neste caso é você, sai correndo. Os zumbis são predadores naturais, e comem tudo o que possuir sangue e estiver vivo, logo devem ser evoluídos o suficiente para caçar. Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Massachusetts, os zumbis não podem gemer, e tudo isto pode ser explicado pelos latidos de um cão. Os sons produzidos pelos animais são um alerta anti-predador, servem como aviso, ou até mesmo para afugentar o inimigo. Outras situações de conflito animal, seja ele selvagem ou não também giram em torno de latidos, grunhidos, chiados, e outros tantos barulhos do reino animal, sejam eles aves, mamíferos, peixes e outros. Como os zumbis não precisam fazer barulho para avisar seus companheiros de ameaças próximas, e também não grunhem para afugentar as presas, não é necessário que fiquem gemendo por aí. Os sons produzidos por eles só serviriam para avisar as presas de sua posição e do perigo de estar próximo de um zumbi. Ou seja, num mundo onde os zumbis estão no topo da selvageria, grunhir e fazer sons não faz sentido algum. Fonte: Zombie Research Society Traduzido por Adrian Delponte &nbsp;