<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script> <!-- uz_336 --> <ins class="adsbygoogle" style="display:inline-block;width:336px;height:280px" data-ad-client="ca-pub-2659980373728363" data-ad-slot="7334352839"></ins> <script> (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); </script>

Alimentos de longa validade - Quais suprimentos estocar?

Em um apocalipse zumbi a preocupação com suprimentos é essencial, talvez até mais importante que a preocupação de não ser mordido. Se você não saber a validade de cada alimento que você estocou, você provavelmente vai comer insetos mais cedo que o esperado.

Você já deve ter escutado sobre estocar enlatados, é um opção, mas eles costumam durar 6-7 anos e depois? Você teria que comer insetos, virar canibal ou procurar por novos alimentos em um mundo que depois de quase uma década já fora praticamente todo saqueado. Pensando no assunto, fizemos esse artigo com itens que duram até mais de 30 anos.



Sim, jovem sobrevivente, trinta anos de validade!! Esses alimentos devidamente embalados, armazenados em temperatura ambiente ou refrigerados (24°C) permanecem nutritivos por muito mais do que se pensava anteriormente. Após estudos científicos, foi descoberto que a validade estimada de muitos procutos aumentou para 30 anos ou mais.

As estimativas de longevidade anteriormente, eram com base no "melhor-ser-usado-até". Embora haja uma redução no sabor e na qualidade nutritiva com o tempo, dependendo da qualidade do produto e de outros fatores como processamento, embalamento e armazenamento os alimentos ajudam a suster a vida em uma emergência.




A quantidade recomendada para um adulto é de 11,5 kg (trigo, arroz branco, milho e outros grãos) para um mês e 2,5 kg (grãos secos). Para atender às necessidades nutricionais, também armazene alimentos que contenham vitamina C e nutrientes essenciais.

A recomendação para armazenamento a longo prazo são garrafas PET, que usado junto com absorvente de oxigênio (um pacotinho com pó de ferro que permite o oxigênio e a umidade entrarem mas não deixa o pó de ferro sair) preservam a qualidade nutritiva e o sabor, além de eliminar os insetos que nascem nos alimentos. Sob certas condições, você também pode usar baldes plásticos para armazenamento de trigo, feijão e outros produtos desidratados.

ATENÇÃO: A intoxicação por botulismo pode ocorrer se produtos úmidos forem armazenados em embalagens que reduzem o oxigênio. Quando armazenados em recipientes hermeticamente fechados com absorventes de oxigênio, os produtos devem ser desidratados (com cerca de 10% ou com menor teor de umidade).

Condições de Armazenamento

O tempo útil do alimento pode sofrer influência significativa se armazenado incorretamente. Vamos a algumas dicas:

  • Temperatura: Armazene seus produtos a uma temperatura de no máximo 24°C, quanto menor,, melhor. Caso a temperatura for maior, faça um rodízio com os produtos, conforme as necessidades para manter a qualidade.
  • Umidade: Mantenha as areas de armazenamento secas. É melhor manter os recipientes fora do chão para permitir a circulação de ar.
  • Luz: Proteja da luz o óleo de cozinha e os produtos armazenados em garrafas PET.

Garrafas PET

Sabe toda aquele refrigerante que você bebeu e sua mãe guardava a garrafa pra colocar água? Lembre-se de agradece-la por isso. Você ira usa-las para armazenar alimentos durante o apocalipse zumbi. 

Outros tipos de garrafas plásticas normalmente não fornecem uma barreira adequada de umidade ou de oxigênio para uso com os absorventes de oxigênio. Nem preciso dizer pra não usar a garrafa PET que foi usada anteriormente para armazenar cloro, amaciante ou coisas do tipo, use apenas garrafas que eram usadas com o gênero alimentício.

As garrafas PET também podem ser usadas para armazenamento a curto prazo (até cinco anos) de outros alimentos desidratados que não precisam de refrigeração, como o arroz branco. O teor de umidade dos alimentos armazenados deve ser cerca de 10% ou menos. Quando úmidos os produtos são armazenados em embalagens de oxigênio reduzido, A intoxicação por botulismo pode ocorrer.

Armazenamento em Garrafas PET 


  1. Use garrafas PET que tenham tampa de rosca com vedação de plástico ou borracha. Você pode verificar se a vedação da tampa não vaza, colocando uma garrafa vazia fechada embaixo da água e apertando-a. Se escaparem bolhas da garrafa, ela vaza. 
  2. Limpe as garrafas usadas com sabão e enxágue-as cuidadosamente para remover qualquer resíduo. Escorra a água e espere as garrafas secarem completamente antes de usá-las para armazenar alimentos. 
  3. Coloque um absorvente de oxigênio em cada garrafa. Os absorventes podem ser usados com os recipientes de até capacidade de um galão (4 litros). 
  4. Encha garrafas de trigo, milho ou feijão. 
  5. Limpe a boca de cada garrafa com um pano seco e rosqueie bem a tampa para fechá-la. 
  6. Armazene o produto em local fresco, seco e protegido da luz. 
  7. Proteja os produtos armazenados de roedores. 
  8. Use um novo absorvente de oxigênio a cada vez que encher novamente a garrafa para armazenamento.

Baldes Plásticos

Baldes plásticos podem ser usados para armazenar alimentos desidratados (umidade a cerca de 10% ou menos) e de baixo teor de óleo. Somente baldes de plástico específico para alimentos, com vedação nas tampas devem ser utilizados. Não use recipientes que foram usados previamente para armazenar itens que não eram gêneros alimentícios.

Para evitar infestação de insetos, o gelo seco (dióxido de carbono congelado) deve ser usado para tratar de grãos e feijão armazenados em baldes plásticos. Métodos de tratamento que dependem de falta de oxigênio para matar insetos, tais como absorventes de oxigênio ou liberação de nitrogênio, não são eficazes em baldes de plástico. Evite expor alimentos a condições de umidade quando forem embalados.

Instruções para Tratamento com Gelo Seco


  1. Use aproximadamente 28 gramas de gelo seco por galão (7 gramas por litro) de capacidade do recipiente. Não use gelo seco em recipientes de metal de qualquer tipo ou tamanho por causa do risco potencial de selamentos inadequados ou de formação de um acúmulo excessivo de pressão.
  2. Use luvas ao lidar com gelo seco.
  3. Limpe cristais congelados de gelo seco, usando uma toalha limpa e seca.
  4. Coloque o gelo seco no centro da parte inferior do recipiente.
  5. Despeje os grãos ou feijão desidratados sobre o gelo seco. Encha o balde até uma polegada (2,54 cm) antes do topo.
  6. Coloque a tampa na parte superior do recipiente e pressione metade dela ao redor do recipiente. A tampa parcialmente selada vai permitir que o gás carbônico escape do balde enquanto o gelo seco sublima (mudança do estado sólido para gasoso).
  7. Deixe que o gelo seco sublime completamente antes de selar o balde. Toque o fundo do recipiente para ver se todo o gelo seco sublimou. Se o fundo do recipiente estiver muito frio, ainda há gelo seco.
  8. Monitore o balde por alguns minutos depois de selar a tampa. Se o balde ou tampa formar uma protuberância, levante ligeiramente a borda da tampa para aliviar a pressão.
  9. É normal que a tampa do balde afunde um pouco, como resultado da aspiração parcial, causada quando o carbono é absorvido pelo produto.


Armazenamento de Baldes Plásticos

  • Conserve os baldes plásticos fora do chão a pelo menos ½ polegada (1,3 cm) para permitir que o ar circule sob o balde. 
  • Não empilhe mais que três baldes de plástico. 
  • Se os baldes forem empilhados, verifique-os periodicamente para assegurar-se de que as tampas não quebraram com o peso.
Essas foram algumas dicas para você que sobreviver mais alguns anos no apocalipse zumbi. O assunto é bem mais profundo, mas já da pra ter uma ideia do que fazer. Esperamos que tenham gostado, deixe seu comentário e não deixe de acompanhar o Universo Zumbi.